quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Mundo a Sorrir - Jantar Solidário




À semelhança do ano passado, as Escolas do Cerco entenderam dar seguimento à Campanha por um Sorriso que interveio, directamente, em algumas dezenas de alunos que necessitavam urgentemente de reconstrução dentária.

O Mundo a Sorrir, o Jornal de Notícias, a clínica do Parque da Cidade entre outras entidades, foram determinantes no apoio que nos deram.
Assim, como forma de retribuir esta ajuda desinteressada e apostando em mais um ano de sorrisos, a Escola convida-o a estar presente num jantar de solidariedade, servido pelo Curso de Educação e Formação Empregados de Mesa, que terá lugar dia 7 de Dezembro, pelas 19:00 h, na Escola.

Durante o jantar volante, haverá uma exposição/venda de fotografias do Porto, da responsabilidade de vários alunos nossos e cujos lucros reverterão a favor desta acção.

5 sorrisos

(inscrições abertas na sala de professores e junto deste email: cpipscerco@gmail.com )

sábado, 10 de novembro de 2007

O testemunho de A. Sofia

Oficina de Fotografia

Festival Cais de Frestas | dia 10 de Novembro


O T3 do Agrupamento de Escolas do Cerco vestiu a camisola e partiu à aventura rumo ao Cais de Gaia. De manhã, juntamente com um grupo de alunas do 12ºB, participou numa oficina de fotografia. Depois do almoço, fornecido pela escola, ouviram o contador de histórias Márcio Líbar e assistiram à espectacular actuação do grupo de Ginástica Acrobática da Escola do Cerco e à exibição de Hip Hop.

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Educação para o Empreendedorismo


Os projectos apresentados pelo Agrupamento de Escolas do Cerco, no âmbito do Projecto Nacional Educação para o Empreendedorismo, foram seleccionados (ver aqui).

O Projecto tem como objectivo geral contribuir para um trabalho contínuo de desenvolvimento de competências-chave junto dos alunos e para a apropriação social do espírito empreendedor junto das escolas e das comunidades educativas, tendo em conta os seguintes princípios:

1. O apoio, formação/sensibilização e acompanhamento a disponibilizar às escolas para o desenvolvimento do Projecto é centrado na escola/agrupamento de escolas, exigindo a sua adesão voluntária.

2. O apoio, formação/sensibilização e acompanhamento às escolas visa a utilização de metodologias e estratégias de desenvolvimento de competências de empreendedorismo e de promoção de uma cultura empreendedora, ao nível da escola, de turma e individual, utilizando-se um guião orientador a disponibilizar para o efeito.

3. O estabelecimento de parcerias entre o sector público e o sector privado são cruciais para o desenvolvimento da educação para o empreendedorismo e bem assim de vínculos entre a escola, as empresas e a comunidade. Este desígnio é considerado um elemento-chave para o êxito das iniciativas.

4. Os alunos devem ter desenvolvido, no final da escolaridade obrigatória e do ensino secundário, um conjunto multidisciplinar e transversal de competências (conhecimentos, capacidades e atitudes), em torno da organização de experiências enquadradas no currículo (disciplinares e/ou não disciplinares), que envolvam simultaneamente três dimensões: competências-chave para empreender ao longo da vida, competências curriculares, participação e acção cívica na sociedade.

Em específico, pretende-se que as escolas/agrupamentos incluam no seu Projecto Educativo a promoção de uma cultura empreendedora, traduzida pelo desenvolvimento de projectos de iniciativa de grupos de alunos, devidamente enquadrados pelo currículo nacional e que se traduzam em resultados tangíveis.

Festival Cais de Frestas | dia 9 e10 de Novembro | Cais de Gaia

quinta-feira, 1 de novembro de 2007

A viagem

A bordo do Nordwest


Hoje foi um dia especial para catorze alunos da escola do Cerco. Tiveram oportunidade de navegar , ainda que por muito pouco tempo, num belíssimo veleiro de seu nome Nordwest, no âmbito do Festival Cais de Frestas.
Para muitos, este foi o seu "baptismo" num barco e todos tomaram consciência de que no mar, a disciplina, a responsabilidade, a comunicação e a utilização correcta dos recursos são a base de uma viagem boa e segura. Um navio constitui um microcosmos onde todos dependem do outro, fazendo dos efeitos do comportamento social individual uma experiência directa para todos.
Esta foi uma primeira experiência: o ano zero e esperamos que no próximo ano possamos participar no projecto, desta feita a bordo do Estelle, um veleiro com 38 metros.
Posted by Picasa